Como cuidar da barba para que ela cresça uniforme e bonita? Descubra agora!

Está em alta cultivar uma bela barba e esquecer o rosto lisinho, mas não adianta deixar esta bela barba de qualquer maneira, né?

blog_shutterstock_228751441

A manutenção deve ser feita com frequência, aparando os pelos e, principalmente, acertando a linha de barba. A linha de barba ajuda a identificar seu rosto, demarcando o local onde a barba começa, por isso deve-se tomar muito cuidado ao aparar essa área. Barbear-se regularmente, fará que a barba cresça de modo uniforme. Parar de raspá-la, ou sequer começar a fazê-lo, resultará em uma barba fina e irregular.

Para começar, escolha um tipo de barba que combine com o formato de seu rosto e com seu estilo. Apare os pelos a cada 5-10 dias e antes desse procedimento, não esqueça de limpar os fios, é importante apará-la quando ela estiver limpa para garantir que os fios estejam macios e desembaraçados e criar um corte uniforme. Depois disso, caso escolha cultivar uma barba longa, penteie os fios regularmente. Assim você percebe se já está na hora de apará-los, deixa os pelos em ordem e visualmente mais bonitos.

E não esqueça, cuidar da pele é extremamente importante, tente controlar os problemas que impedem que a barba cresça normalmente. Limpe a pele regularmente para mantê-la saudável, acostume-se com a coceira que o crescimento dos pelos causam e seja paciente, a barba de todo mundo cresce em ritmos diferentes e pode demorar mais para alguns do que para outros.

E aí, curtiu nossas dicas? Agora é só cuidar da sua barba para que ela cresça bonita e uniforme e, não esqueça, você encontra produtos especiais para este tratamento na Ultrafarma: http://www.ultrafarma.com.br. 😉

Mais detox para você!

Os alimentos detox fazem limpeza em nosso organismo e podem ajudar no processo de emagrecimento, já que acabam com as toxinas e gorduras. Mas para o perfeito funcionamento das refeições detox, é necessário que você tenha uma dieta balanceada, pratique exercícios físicos regularmente e tenha uma vida saudável.

blog_shutterstock_167447552

Os sucos detox são os mais famosos, então vamos começar por eles. Você pode combinar seus ingredientes favoritos no suco detox, basta saber direitinho qual é a função de cada um para personalizar sua receita!

Uma deliciosa opção é o suco de gengibre, para prepará-lo você precisará de: 200ml de suco de uva integral, 1 limão com casca, gengibre a gosto e canela a gosto, depois bata bem todos os ingredientes no liquidificador e coe em seguida.

Experimente também um suco mix que precisará de 1 ameixa-preta seca, 2 fatias de abacaxi, 3 folhas de hortelã, 1 copo (200 ml) de água de coco e 1 colher (sopa) de semente de linhaça dourada; para prepará-lo: deixe a ameixa hidratar por oito horas na água dentro da geladeira. Junte aos outros ingredientes e bata no liquidificador. Beba imediatamente sem coar.

Saladas também são ótimas opções para desintoxicação, experimente consumir: rúcula, espinafre, couve, brócolis, cenoura, tomate, manga, morango, beterraba, pimentão e abóbora. Para acompanhar a salada, inove nos molhos. Você pode fazer molho de alecrim, acerola com linhaça e seus ingredientes preferidos, desde que sejam saudáveis e façam bem para sua saúde!

E aí, curtiu nossas dicas? Agora é só investir no seu bem-estar e na sua saúde com essas receitas deliciosas. 😉

Gengiva sangrando e agora?

Sangramento nas gengivas é sinal de que elas não estão saudáveis como deveriam, sabia? Essa é umas experiências mais desagradáveis na saúde bucal e que pode atrapalhar sua vida!

blog_shutterstock_206608861

O sangramento nas gengivas se deve principalmente à inflamação na gengiva, condição comum chamada de gengivite – caracterizada principalmente pela remoção inadequada de placa dos dentes na linha da gengiva. Se a placa não for removida com escovação regular e visitas ao dentista, endurecerá e se tornará o que é conhecido como tártaro. Essencialmente, isso levará a aumento no sangramento e à forma mais avançada de doença na gengiva, conhecida como periodontite.

Se perceber sua gengiva vermelha, ou inchada, sangramentos durante a escovação ou o uso do fio dental. Dentes que parecem mais longos devido à retração da gengiva. Gengiva que se separam ou se afastam dos dentes, criando uma bolsa. Mudanças na forma como seus dentes se encaixam quando você morde. Secreção de pus ao redor dos dentes e na bolsa gengival e/ou mau hálito constante ou gosto ruim na boca, procure um profissional, é provável que você esteja com gengivite!

Existem outras causas para o sangramento na gengiva, que incluem: escovação com muita força, dentaduras mal ajustadas, uso inadequado de fio dental, infecção (que pode ser relacionada ao dente ou à gengiva), leucemia ou deficiência de vitamina K no organismo.

Notou alguns desses sintomas nos últimos tempos? Procure um profissional! O sangramento pode acarretar outros problemas bucais, além de te impedir de comer alguns alimentos (como a maçã, por exemplo) e causar desconforto.

E não esqueça, sua higiene bucal é muito importante e pode prevenir esse tipo de problema. Caso precise renovar os produtos para manter seu sorriso lindo é só acessar: http://ultrafarma.com.br. 😉

O que são as varizes e os vasinhos? Descubra!

As varizes são aquelas veias que se dilatam e deixam de ser retas, ficando tortas e saltadas na pele. Os vasinhos se diferenciam das varizes apenas em calibre e posição, já que ficam na camada mais superficial da pele e tem 1mm de diâmetro, enquanto as varizes apresentam 3mm. As causas e os tratamentos também são bem similares.

blog_shutterstock_81323839

As causas são diversas e a mais comum é a predisposição familiar, ou seja, a doença é passada de geração em geração. Além disso, fatores como a idade, obesidade, sedentarismo e ficar muito tempo na mesma posição, seja sentada ou em pé, podem ser fatores de risco. As mulheres são as mais afetadas com estes problemas, porque os hormônios femininos diminuem a força das paredes das veias, deixando os vasos mais fracos. Por isso, reposição hormonal e métodos anticoncepcionais podem ajudar com que as varizes apareçam antes da hora. Pela mesma razão, durante a gravidez, as chances também crescem e, aumentam a cada nova gestação.

Para melhorar a circulação do sangue nas pernas, não fique muito tempo na mesma posição. Se ficar sentada, tente levar a cada uma ou duas horas para movimentar os músculos e, caso fique em pé, tente exercitar as pernas e descansar um pouco, no mesmo intervalo de tempo. As meias elásticas também são uma ótima alternativa, elas fazem pressão nos pés e tornozelo ajudando o sangue a subir em direção ao coração e, sempre que possível, procure elevar as pernas acima do nível do coração por alguns minutos para facilitar o retorno do sangue para o centro do corpo.

Mas não esqueça, para diagnosticar o problema e obter o tratamento adequado, procure um médico. 😉