Aprenda a fazer batatas assadas no forno e deixe seu almoço muito mais gostoso e menos calórico!

Nós já lhe falamos que trocar a batata frita por batata assada no forno faz bem para a saúde, já que a batata frita possui um alto teor de gordura. Agora vamos lhe ensinar a receita deste prato delicioso que torna seu almoço uma delícia e ajuda manter seu intestino saudável, já que uma batata assada proporciona quase 12% da quantidade diária recomendada de fibra, níveis similares aos dos grãos integrais, macarrão e cereais.

blog_shutterstock_93260245

Vamos a receita! Para preparar o prato, você precisará de:

– 4 batatas;

– 4 ramos de alecrim;

– 2 colheres (sopa) de azeite;

– Sal a gosto;

Serve 4 porções.

O modo de preparo é fácil:

1. Preaqueça o forno a 180 °C (temperatura média). Lave e seque bem as batatas e os ramos de alecrim.

2. Numa tábua, corte as batatas em gomos: sempre no sentido do comprimento, vá cortando em metades até formar gomos na espessura que desejar.

3. Transfira os gomos para uma panela, cubra com água e tempere com uma colher (chá) de sal (comum ou grosso).

4. Leve ao fogo alto e, quando água começar a ferver, deixe cozinhar por 6 minutos.

5. Retire do fogo e escorra a água e deixe as batatas no escorredor por alguns minutos.

6. Transfira para uma assadeira (de preferência antiaderente), adicione os ramos de alecrim e regue com o azeite.

7. Tempere com sal e leve ao forno preaquecido para assar por 40 minutos.

8. Retire do forno e, com ajuda de uma espátula, com cuidado solte as batatas da assadeira. Sirva imediatamente.

Gostou da receita? Agora que você já sabe, opte pelas batatas assadas ao invés das fritas, mas sem excessos, hein?

Bom apetite! 🙂

Anúncios

Descubra todos os benefícios de andar de bicicleta!

Nós já te contamos que andar de bicicleta emagrece e faz bem aos seus músculos, mas você sabia que existem vários outros benefícios em pedalar?

blog_shutterstock_165826010

Além de ser uma ótima forma de abandonar o sedentarismo e se locomover pela cidade gastando pouco, pedalar pode trazer vários benefícios à sua saúde. Por ser uma atividade aeróbica, andar de bicicleta melhora a frequência cardíaca, fortalece os músculos inferiores, previne doenças como a obesidade, o colesterol alto, a hipertensão e, por ser praticada sentada (de forma que você distribui melhor sua massa), não sobrecarrega nenhuma parte do corpo.

Segundo uma pesquisa realizada no Reino Unido, pedalar pode melhorar a vida sexual, o relacionamento e a carreira. A pesquisa constatou que 66% dos entrevistados, acham que suas relações têm melhorado desde que começaram a andar de bicicleta, enquanto 39% afirmaram que o exercício lhes deu energia extra entre quatro paredes. Quase metade dos entrevistados disse que agora pode gerenciar um grande volume de trabalho mais facilmente e 82% se sentem menos estressados. Um terço afirmou que se considera mais criativo depois que começou a pedalar, já que tem as melhores ideias justamente enquanto anda de bicicleta. Fora isso, 15% acham que suas carreiras estão progredindo mais rápido do que a dos colegas que não apostam nesse meio de transporte.

Além disso, o exercício ajuda a aliviar o estresse, garante a sensação de liberdade e independência e pode te deixar mais próximo dos amigos e da natureza! E aí, curtiu os benefícios de pedalar? Que tal começar a praticar? Movimente-se! 😉

Pulsações e dores intensas na cabeça podem ser enxaqueca. Saiba mais!

A enxaqueca se caracteriza por uma dor pulsátil em um dos lados da cabeça (às vezes dos dois), geralmente acompanhada de náuseas, tonturas, sensibilidade à luz e aos sons e irritabilidade. As dores são causadas principalmente pelo estresse, além disso, o jejum prolongado, a alteração nas horas de sono e alimentos/bebidas como queijos amarelos envelhecidos, frituras e gorduras em excesso, chocolates, café, chá, refrigerantes à base de cola e o excesso de álcool podem intensificar o problema.

blog_shutterstock_128950151

O problema é predominante em pessoas com idades entre 25 e 45 anos e em mulheres. Segundo o Ministério da Saúde, a enxaqueca atinge 7% dos homens, enquanto as mulheres são 17%, esse aumento se dá por razões hormonais: 70% das dores pioram antes e durante a menstruação e costumam amenizar durante a gravidez e a partir da menopausa.

Para constatar que as dores de cabeça que você sente são enxaquecas, é necessário consultar um médico, pois existem diversos tipos de dores de cabeça. Após a constatação por um profissional da saúde, tome os medicamentos corretamente e comece a identificar o que ajuda a amenizar o problema. Normalmente compressas quentes ou frias, massagens, locais silenciosos e com pouca luz, beber muita água e optar por refeições mais leves costumam ajudar a aliviar a dor.

É importante lembrar que a enxaqueca não tem cura, mas pode ser controlada. Para isso, faça visitas regulares ao seu médico e cuide sempre da sua saúde.

Caso já tenha ido ao médico, não esqueça que você encontra seus medicamentos na Ultrafarma: http://www.ultrafarma.com.br. 😉

Dores de ouvidos constantes e febre podem ser otite. Saiba mais!

A otite é uma infecção do ouvido médio, que é um pequeno espaço cheio de ar atrás do tímpano. As infecções de ouvido são causadas por bactérias e vírus e são dolorosas devido à inflamação e acúmulo de fluidos no ouvido médio.

blog_shutterstock_154381472

Um inchaço, uma infecção respiratória superior ou alergia podem bloquear as trompas de Eustáquio – dois tubos que ligam as orelhas médias à garganta. Dessa forma, o ar não consegue chegar ao ouvido médio. Isso cria vácuo e sucção, que puxa o fluido e os germes do nariz e da garganta para o ouvido médio. O tubo inchado impede que este fluido seja drenado, tornando aquele ambiente perfeito para as bactérias ou vírus proliferarem, formando a otite.

Alguns fatores aumentam o risco de se ter otite. Estes incluem: sistema imunológico enfraquecido, histórico familiar de otite, alergias respiratórias, baixa qualidade do ar, resfriados e infecções das vias respiratórias e exposição à fumaça de cigarro.

Os sintomas da otite muitas vezes começam de dois a sete dias após o início de uma infecção respiratória. Os sintomas de uma infecção no ouvido podem incluir: dor de ouvido, febre, líquido espesso e amarelado ou sanguinolento saindo do ouvido (isso significa que o tímpano provavelmente estourou), perda de apetite, vômitos e dor de cabeça.

O tratamento da infecção deve ser feita junto ao seu médico, entretanto, para amenizar as dores de ouvido você pode fazer compressas quentes com uma toalha molhada sobre a orelha afetada, medicação para dor e descansar bastante para ajudar o corpo a combater a infecção.

Esperamos que nossas dicas tenham lhe ajudado e, não esqueça, qualquer dúvida procure seu médico.