Condicionamento físico e força, em um só exercício.

Você já conhece o CrossFit? Este é um programa de treinamento de força e condicionamento físico que é baseado em movimentos funcionais e pode ser feito por qualquer tipo de pessoa, independente da idade ou nível físico do mesmo.

Imagem

O CrossFit busca desenvolver e melhorar todas as nossas capacidades físicas, são elas: resistência cardiovascular (respiratória), resistência muscular, força, flexibilidade, precisão, potência, agilidade, equilíbrio, coordenação e velocidade, por meio de um programa único de treinamento baseado em movimentos naturais.

Além da melhora do condicionamento físico e da força, o CrossFit trabalha a redução de medidas e percentual de gordura, aumenta a energia, melhora a autoconfiança e ainda reduz o stress. Dessa forma, além de todos os benefícios para o corpo e para a mente, você fica acima da média em saúde e qualidade de vida.

E aí, vamos lá?

Primeiros Socorros em casa

Eventualmente, quando sentimos alguma indisposição, dor de cabeça ou outro tipo de mal-estar, o que fazer? Saiba que, em alguns casos, estes podem ser problemas simples e resolvidos facilmente. Para isso, é bom ter em casa alguns medicamentos, isentos de prescrição médica, que podem ajudar a cuidar da saúde de toda a família.

Imagem

Monte um Kit Primeiros Socorros:

– Analgésicos (para dor)

-Antitérmicos (para febre)

– Antialérgicos (alergias em geral) é sempre recomendável ter em casa, também, os

– Antiácidos

-Pomadas ou sprays para torsões ou contusões, para picadas de insetos e coceira

– Gaze, esparadrapo, algodão, cotonetes, antissépticos

– Bolsa de água quente (para cólicas e inchaços)

E não se esqueça:

1.     Mantenha o kit longe do alcance das crianças e de animais domésticos.

2.     Deixe seu kit em um local seco, arejado, sem umidade ou calor excessivos.

3.     Verifique periodicamente a validade dos produtos e não jogue fora a bula. É importante saber as especificações de cada produto e, no caso daqueles com prescrição médica, seguir, rigorosamente, a orientação do especialista.

O importante é verificar se o paciente não apresenta alergia a algum componente da fórmula. Lembre-se, se persistirem os sintomas o médico deverá ser consultado. A automedicação não é uma prática recomendada. É extremamente perigoso tomar remédios sem antes passar por uma consulta médica!

Refrigerante: conheça os verdadeiros males da bebida

Que o refrigerante não é saudável não é novidade, mas quais são realmente os males que esta bebida causa? De acordo com pesquisas divulgadas pelo portal de notícias americano Huffington Post, tomar refrigerante pode aumentar o risco de ataques cardíacos e osteoporose. Além disso, por ser rico em açúcar, o consumo de refrigerante provoca o aumento de peso. Veja a seguir outros malefícios da bebida:

Imagem

Ataques cardíacos – Pesquisadores da Harvard descobriram que ingerir uma bebida açucarada por dia aumenta 20% o risco de um homem ter um infarto durante um período de 22 anos. O risco se intensificou com o aumento das bebidas doces consumidas. 

Síndrome metabólica e doença hepática gordurosa – Mesmo que a pessoa não ganhe peso, o refrigerante açucarado pode ser prejudicial para a saúde cardiovascular – especialmente para as mulheres. As mulheres que ingerem bebidas adoçadas com açúcar são mais propensas a desenvolver níveis elevados de triglicérides – gordura no sangue. Esta gordura passa a envolver os órgãos como o fígado, o que pode contribuir para risco elevado de doença coronariana cardíaca, diabetes tipo 2 e acidente vascular cerebral.

Osteoporose – Um ingrediente na cola pode prejudicar o cálcio dos ossos. Um estudo de pesquisadores da Tufts University descobriu que mulheres que relataram beber apenas três latas de refrigerante tipo cola por semana tinham uma perda óssea média de 4% em locais como os quadris do que as mulheres que consumiam outra bebida. Os refrigerantes de cola contêm ácido fosfórico aromatizante. Essa substância causa maior acidez no sangue, fazendo com que o corpo use o cálcio dos ossos para neutralizar o ácido no organismo. 

Diabetes tipo 2 – A diabetes anda de mãos dadas com a obesidade e o consumo elevado de açúcar. Um estudo com 90 mil mulheres mostrou que as que ingeriam uma ou mais bebidas açucaradas (como refrigerante ou suco) foram duas vezes mais propensas a desenvolver diabetes tipo 2. As bebidas doces aumentam o nível de glicemia de jejum e resistência à insulina.

De qualquer maneira, a chave da saúde é não exagerar! Fique ligado.

Cirurgia Bariátrica: Mitos e Verdades

Muitos têm dúvidas sobre a cirurgia bariátrica. Por isso, desvende seus principais mitos e verdade:

Imagem

O paciente normalmente engorda um ano depois da cirurgia.
Mito. Na maioria dos casos, o ganho de peso ocorre quando o paciente não assume hábitos saudáveis, como a adoção de dieta menos calórica e mais nutritiva e a prática de exercícios físicos regulares.

Perde-se mais peso nos primeiros seis meses.
Verdade. A perda mais significativa de peso ocorre nessa época, daí a importância de o paciente seguir com disciplina as recomendações médicas na primeira etapa do pós-operatório.

A depressão é uma consequência comum para quem faz a cirurgia.
Mito. Não existe uma tendência. A depressão pode surgir devido a fatores desconhecidos, que devem ser investigados por psicólogo ou psiquiatra.

Há tendência de anemia no pós-operatório.
Verdade. As mulheres têm mais tendência à anemia por causa da menstruação, perda de ferro e pouca presença de carne vermelha na dieta. A situação pode ser minimizada com a ingestão de alimentos ricos em ferro ou, se necessário, a utilização de suplementos vitamínicos.

É comum a intolerância a leite depois da operação.
Mito. Normalmente, não há reações adversas ao consumo de leite e derivados. Os alimentos são, inclusive, recomendados, sobretudo para as mulheres, como fontes de cálcio.

Ainda tem alguma dúvida? Não deixe de entrar em contato com o seu médico e fique de olho na sua saúde!